Produção Hotel Europa

­­­­­­­­­­­Classificação M/12 anos
Duração: 90 min.

Espetáculo que reflete sobre a ditadura e a presença portuguesa em África, em particular a vida dos antigos colonos portugueses através dos seus testemunhos reais.
O texto deste espetáculo foi criado através de um processo de verbatim, que significa copiado palavra por palavra, o que se traduziu na escrita de um texto de teatro que utiliza fielmente as palavras das pessoas entrevistadas sobre a sua vida em África no Período Colonial Português. A metodologia seguida combinou a recolha de testemunhos dessas pessoas e uma detalhada pesquisa de historiográfica, criando um texto que retrata a complexidade da história recente em Portugal, no caso do fim do colonialismo português. Com este trabalho quero investigar histórias reais que se tornaram memórias e que com o tempo foram herdadas; estou interessado em situações onde as pessoas reais contribuem para contestar e reconstruir identidades culturais; estou interessado na forma como o teatro pode contribuir para a reescrita da história, dando voz a um grupo silenciado, trabalhando assim na transmissão da memória entre gerações.


Ficha Artística
Criação e Interpretação André Amálio
Assistência de Encenação/Coreografia Tereza Havlíčková
Criação musical e Interpretação Pedro Salvador
Cenografia Pedro Silva
Fotografia ©Maria Joana Figueiredo
Produção Hotel Europa


Hotel Europa

É um duo de artistas de dois países diferentes (Portugal e Rep. Checa) e oriundos das disciplinas da dança e do teatro. André Amálio e Tereza Havlíčková conheceram-se em Londres na Goldsmiths University, têm vindo a colaborar juntos explorando as fronteiras entre a dança, a performance e o teatro. A companhia Hotel Europa criou os espetáculos Hotel Europa (2010), AmálioVsAmália (2011), TV Heroes (2012), FÉ (2013), KinoWaltz (2014) e mais recentemente o espectáculo Portugal Não É Um País Pequeno (2015). Têm apresentado o seu trabalho na Rep. Checa, Portugal e Reino Unido.